• LEMA

Vodka, a “Água da Vida”

Escrito por: Amanda Carvalho

Chegamos em um dos feriados mais aclamados pelos brasileiros, com muita folia, brincadeiras, bloquinhos e bebidas, e que para muitos é a partir dele que o ano começa: o famigerado Carnaval!


E agora, em plena quarentena, ficamos um pouco perdidos em como comemorar essa data que faz parte da nossa cultura?! E aí?!


Mas podem se acalmar que a LEMA vem com tudo trazendo a protagonista de vários drinks para você curtir o seu Carnaval dentro de casa - a Vodka! Então, vamos conhecer um pouquinho sobre essa bebida, seu surgimento, seu processo de produção e muito mais…

P.S.: Acompanhem até o final que trouxemos receitinha de drink!!!


Surgimento:


Até hoje não se tem uma total certeza da origem e uma data definida para o seu surgimento em si, porém sabe-se que é originária da Europa Oriental (Rússia ou Polônia). Há registros documentados no final do século 9 sobre a produção da vodka. No entanto, a primeira destilaria conhecida foi descrita em 1174. A Polônia também reivindica alguns documentos sobre a bebida descritos no início do século 8. Mesmo com a briga, seu nome tem origem russa, datado no século XIV, com a tradução de “aguinha”.

Inicialmente, o destilado era usado como um medicamento descrito em alguns textos como “água da vida”. Com o passar do tempo, a vodka passou a ser consumida como bebida e por volta do século 14 o Embaixador Britânico em Moscou descreveu a vodka como “A bebida nacional russa”. Nas primeiras produções o líquido ainda carregava muitas impurezas que influenciavam no seu gosto, então para disfarçar os destiladores aromatizavam a bebida com frutas, ervas e especiarias. Já por volta do século 15, encontram-se registros de grandes produções de vodka e exportações para a Suécia em 1505.


Processo de produção:


O processo de produção da vodka é um processo de muitas etapas e envolve diversos ingredientes. Essa bebida é produzida através da fermentação de tubérculos, grãos, melaços, entre outros. O líquido passa por processos de destilação para se obter o maior grau de pureza possível, alcançando uma concentração alcoólica de 35-50% por volume.

O processo é dado pelo esquema representado abaixo:



  • Moagem: Nessa etapa os grãos ou tubérculos são triturados para seguir o processo na maltagem, podendo acrescentar nessa etapa alguma fruta e/ou vegetais ricos em açúcares.

  • Maltagem: Na maltagem, os grãos agora triturados são misturados com água formando o mosto. Nessa etapa do processo, ocorre a indução da produção das enzimas para a quebra do amido em pequenos açúcares.

  • Fermentação: Na etapa de fermentação, são acrescentados os microrganismos (fungos e/ou bactérias) que farão a transformação dos açúcares em álcool. A fermentação é dada em tanques fechados por ser um processo anaeróbico (sem a presença de Oxigênio).

  • Destilação: É nesta fase que a concentração alcoólica do mosto é elevada. Isso se dá basicamente pelo princípio do processo de destilação onde conseguimos separar os componentes pelo ponto de ebulição. Nesse caso, o álcool possui temperatura de evaporação de 76ºC, e a água 100ºC. Porém, para alcançar a especificação necessária, deve-se realizar mais de uma destilação.

  • Retificação, Filtração e Purificação: Na retificação, logo após a destilação já é possível retirar boa parte das impurezas do processo. Mesmo depois da destilação ainda se faz necessário. A vodka tem como característica ser um líquido mais claro e puro, sem sabores ou aromas. Por isso, costuma passar por três etapas de filtração: com carvão ativado, fina e com cartuchos. Esse processo chega a durar 8 horas para se obter a vodka pura e cristalina.


Como a vodka tradicional não é uma bebida que necessita envelhecer para adquirir sabores e aromas, logo após o processo de envase ela já pode ir para o consumo!


Curiosidades:

  • No princípio da Primeira Guerra Mundial, os czares proibiram a produção da vodka na Rússia. No entanto, esse banimento foi desfeito em 1925 para diminuir o mercado ilegal criado durante a proibição.

  • Uma vodka original não congela em um freezer normal! Como a vodka possui alto teor alcoólico, a mesma só chega a congelar em temperaturas próximas a -27ºC.

  • Uma garrafa de vodka foi a responsável por um incêndio de um bar nos Estados Unidos. A garrafa de vodka serviu como uma lupa e serviu para direcionar o raio solar num ponto da vitrine feito de papelão que começou a pegar fogo e posteriormente fez com que mais garrafas de bebidas explodissem e alimentassem o fogo.

  • Em contrapartida, a vodka também foi a responsável por salvar a vida de dois elefantes. Em 2012, um circo estava se transportando para próxima cidade quando o compartimento dos elefantes acabou pegando fogo. Então, os animais precisaram ficar expostos a uma temperatura de cerca de -40ºC. Para impedir a hipotermia, misturaram a vodka a água morna e deram para que os animais pudessem se aquecer.

  • Existe uma vodka produzida através dos grãos de centeio colhidos na zona de exclusão de Chernobyl. Apesar das matérias primas advirem do local radioativo, através do processo de destilação a vodka obtida não apresenta radioatividade.

Receitinha…


Agora que já descrevemos o surgimento, o processo de produção e curiosidades, nada mais justo que uma receitinha de um drink sensacional para animar seu dia e seu carnaval! Então vamos lá, para a receita desse belo drink:




Punch de Hibiscus


Ingredientes:

  • 350 mL de Vodka

  • 3 colheres de chá de Hibisco

  • 80 mL de Limão

  • 80 ml de Xarope de Maracujá Vermelho

  • Gelo

  • Açúcar a gosto

  • Fitas de Laranja e Limão

Modo de Preparo:

  1. Prepare o chá de Hibisco com uma xícara de água e as 3 colheres de chá das flores de Hibisco, fervendo tudo junto e espere esfriar.

  2. Misture 3 colheres de chá do chá fervido no passo anterior com os outros ingredientes. Adoce a gosto e complete com bastante gelo.

  3. Para enfeitar, acrescente as fitas de Laranja e Limão.


Obs. Para essas quantidades descritas, rende de 10 a 12 taças.


Agora aproveite esse drink fácil, rápido de se fazer e bonito, para curtir o carnaval da melhor forma possível! Beba com moderação!


Referências:


http://www.gastronomias.com/bar-bebidas/vodka.html

https://drinkstack.com/vodka/vodka-history/

https://www.engquimicasantossp.com.br/2012/08/producao-da-vodka.html

https://vejario.abril.com.br/blog/vinoteca/vodca-historia-curiosidades-e-elaboracao/

https://www.topmelhores.com.br/cultura/134-10-curiosidades-impressionantes-sobre-a-vodka

https://www.vamosreceber.com.br/2016/07/29/punch-de-hibiscus/


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo