• LEMA

Cachorro-quente: o alimento amado por todos

Escrito por Pedro Brito


Você sabia que no Brasil se comemora o dia do cachorro quente? Isso mesmo! Dia 9 de setembro é o dia em que essa iguaria é homenageada. Por isso, vamos falar um pouco desse alimento amado por todos.


As salsichas são um dos alimentos processados mais antigos, sendo até citadas nos poemas épicos de Homero (Odisseia), mas e o hot dog, quando começou? É muito complicado traçar sua origem, hoje existem diversas teorias a cerca disso. Frankfurt e Viena afirmam que são as criadoras da salsicha que é utilizada no cachorro quente, em cada um desses locais elas são chamadas de Frankfurter e Wiener, respectivamente, e em 1987 a cidade de Frankfurt comemorou os 500 anos de criação do Frankfurter.


O hot-dog americano muito provavelmente originou-se a partir dessas salsichas trazidas pelos europeus durante a colonização, e daí se popularizou. Como ele adquiriu esse nome é um grande mistério, alguns afirmam que um cartoonista viu um comerciante vendendo “salsichas quentes de dachshund”, e ilustrou um cachorrinho dentro de um pão com a legenda “Pegue seu cachorro quente”, contudo, até hoje, não foi encontrado um registro dessa ilustração. As referências a salsichas Dachshund podem ser correlacionadas com a chegada de alemães nos EUA em 1800, pois estes chegaram não apenas com essa raça de cães Dachsund (conhecido como cão salsicha), mas também com as salsichas. Um linguista afirma que a primeira vez que o termo hot-dog apareceu em uma revista foi durante 1890, pois estudantes de uma universidade chamavam os imigrantes vendendo salsicha em pão de vagões de cachorros, e logo o termo cachorro quente começou a ser utilizado.


Não levou muito tempo até o cachorro quente conquistar o mundo, e hoje em dia é um dos alimentos mais consumidos no mundo. No estados unidos ele se tornou uma importante parte da cultura, e hoje existem competições para ver quantos hot-dogs conseguem ser consumidos em 10 minutos (spoiler, o recorde é de 69), definiram-se regras de etiqueta para come-los e ainda existe o conselho americano de cachorros quentes e salsicha. O consumo desse alimento é tão grande que durante o mês de maio foram consumidos 818 hot-dogs por segundo!


Então é isso, pessoal! Independente de você preferir o cachorro quente gourmet ou de podrão, ou se deve por purê ou ovo de codorna, não dá pra discordar que o cachorro quente é um queridinho no mundo inteiro. Curtiu o post? Então fique atento aos próximos posts e #VemComaLEMA.


Bibliografia

http://mentalfloss.com/article/80926/7-fascinating-facts-about-hot-dogs

http://origemdascoisas.com/a-origem-do-cachorro-quente/

http://www.hot-dog.org/culture/hot-dog-history

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Entre em contato

 

lema@eq.ufrj.br

lemaoficial.com

  • Instagram
  • Facebook
  • LinkedIn

Siga a gente

© Criado em 2017 por LEMA.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now